Haddad e os travestis

Na semana passada foi divulgada a notícia de que a Prefeitura de São Paulo, administrada pelo prefeito Fernando Haddad, pagará salário mínimo para travestis estudarem, com o objetivo de deixarem a prostituição e inserirem-se no mercado de trabalho. O programa é semelhante ao Bolsa-Família, do Governo Federal, e teria sido objeto de empenho pessoal do prefeito, motivado pelo fato de que sua própria mãe incomoda-se por morar numa rua onde há prostituição de transexuais e travestis. Continue lendo

A arte de empurrar com a barriga

A arte de empurrar a vida com a barriga

Quem nunca protelou que dê a primeira barrigada. Quem nunca praticou a sagrada arte de deixar para amanhã o que deve ser feito hoje, que fale agora, ou deixe para falar mais tarde.

Se você assistiu a “E o Vento Levou” certamente se lembrará da última fala do filme, quando a heroína, Scarlett O’Hara, do topo de uma montanha de problemas e diante da necessidade urgente de tomar uma atitude, fala: “Amanhã eu resolvo”. Essa é a frase de cabeceira de todo protelador. Nada conforta mais alguém com esse perfil do que “fazer a Scarlett”. Continue lendo